Vagabundo ao vivo

A incrível parceria entre Ney Matogrosso e Pedro Luis, além da fantástica percussão da Parede, está de volta em versão ao vivo! Após o sucesso da turnê que passou por diversos estados do Brasil e Portugal, é lançado Vagabundo: ao Vivo, que traz o registro de um show inesquecível realizado no Olympia, em São Paulo. Destaques para as faixas "A Ordem é Samba", "Transpiração" e "Balada do Louco". Imperdível!

04

FAIXA

O Adobe Flash Player é necessário para que você possa navegar por este site. Clique no link e faça o download gratuito do Adobe Flash Player.


Matérias

Em 2004 Ney Matogrossso surpreendeu tudo e todos ao unir-se ao colectivo “Pedro Luís e a Parede” no excelente CD “Vagabundo”. Agora em 2007, chega ao mercado nacional o CD e DVD que regista a digressão que passou também por Portugal.

“Vagabundo Ao Vivo” apresenta um dos melhores espectáculos (visto por quase
meio milhão de pessoas…) dos últimos anos e consolida mais uma vez a ousadia e inteligência de um dos maiores nomes da MPB – Ney Matogrosso. Pujante, pop,
vibrante, inteligente e “iluminado”, o show “Vagabundo” trouxe de novo alguma
da sonoridade pop-rock dos “Secos e molhados” aos dias de hoje e a Ney Matogrosso que no alto dos seus 60 anos de idade continua com uma energia e talento incansáveis. Muito bem acompanhado por Pedro Luís (cuja voz e postura nada devem à prestação de Ney) e aos fenomenais músicos de “A Parede”, Ney abandona o reportório clássico e consegue logo nos 3 primeiros temas deixar K.O. uma plateia extasiada e deveras surpreendida. “A ordem é samba”, “Fazer o quê”, “Balada do louco”, “Vagabundo”, “Jesus”, “Sangue latino” e “Seres Tupy” estão entre as pérolas apresentadas e é impossível apontar sequer um momento morno ou menos conseguido em todo o espectáculo. Bem delineado, sem tempos mortos, com uma excelente iluminação, músicos e repertório sem falhas, “Vagabundo Ao Vivo” vale pelo documento que é…a prova que a maioridade artística e o saber podem facilmente atravessar gerações e actualizar-se sem perda de qualidade. É tudo uma questão de entrega e amor ao que se faz e isso, nos dias de hoje, é (talvez) a maior surpresa deste registo.

Diz a canção “Vagabundo”- "Vamos tirar Jesus da cruz/ porque o rapaz tá pregado naqueles pedaços de pau/ há mais de 2000 anos”, pois bem, vamos também "tirar" este CD/ DVD das lojas e deliciarmo-nos pois já há algum tempo que não tínhamos uma surpresa assim... Bravo, 9/10.

(extraída de http://aluzdomeucaminho.blogs.sapo.pt/23878.html)